Skip to content

Do seu pai, com amor

14/08/2011

Em um Dia dos Pais, as pessoas costumam fazer uma homenagem ao seu pai, mas eu farei o oposto. Eu mostrarei uma homenagem do meu pai, feita a mim. Ao invés de escrever algo para ele, vou mostrar algo que ele escreveu para mim, assim mostrarei o quanto ele faz eu me sentir especial na vida dele, e isso porque ele é especial também. Eu não teria palavras para mostrar como ele faz eu me sentir,  então a minha homenagem será fazer com que os outros vejam o quanto ele faz com que eu me sinta a maior homenagem que ele já fez ao mundo.

 

Eu encontrei algo, mas tem muito mais…

Se eu não conseguir chegar até esse mais, que é-xiste,

confio em você para buscá-lo.

 

Renascer é bom!…

Ser, é bom…!

Existir é melhor.

 

Fique, não vá, volte o quanto necessário for.

Volte, quantas vezes quiser.

 

Viva, eternamente, em quantos eternos quiser.

 

Tens o poder do olhar, o poder do sorriso, o poder da vida.

Vida, vivida, nascida ou renascida,

és Renata, vida, vivida,

nascida ou renascida.

 

Do seu pai, com amor.

 

Da sua filha, com amor.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Fabi permalink
    31/08/2011 00:39

    Puxa, que lindo! O poema, o amor do seu pai, e a sua homenagem! Lindo lindo lindo, bjos querida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: