Skip to content

Toda minha palavra tem um coração onde circula sangue?

17/07/2009

É a primeira vez que crio um site assim. Quando tentei pensar em uma espécie de “título”, não conseguia imaginar algo que fosse ao mesmo tempo neutro (para não me prender a algo específico demais), e que se relacionasse de alguma forma com o que eu quero fazer. Quando fiz meu cadastro no Twitter, a última moda, quis entender por que tantas pessoas se viam atraídas por ele, inclusive eu. Percebi que tal atração não estava verdadeiramente relacionada com a ação, com o “fazer” [What are you doing?], e sim com as palavras… tanto que às vezes ficamos buscando qual palavra seria mais sonora naquele momento para expressar o que estamos fazendo! Foi então que coloquei no meu perfil daquele site: “Toda minha palavra tem um coração onde circula sangue”… É uma frase que está em Sopro de Vida, um livro que Clarice Lispector escreveu pouco antes de morrer. E é a frase que escolhi para colocar aqui também. Cada palavra que proferimos tem vida. Cada palavra é importante na composição em que está inserida, seja ela qual for. E por isso resolvi escrever em um site como esse aqui, com um intuito que não é certo, fixo, com exceção daquele de propagar o caráter da “entidade psíquica de duas faces” (Saussure) que é a palavra, de acordo com o que a vida que há nelas estiver desejando naquele momento. Podem ser minhas, ou não. Pode ser uma baboseira imensa às vezes, porque eu sou bem boba, mas às vezes eu falo sério… Pode ser sobre alguma coisa que aconteceu no mundo, ou no mundo de alguém, ou no meu mundo. Pode ser algo meu, se eu tiver coragem algum dia. Hoje por exemplo, eu quis dar explicações, para que ninguém veja o título e pense que tem sangue nas minhas palavras, ou que eu sou uma gótica com um blog hahahaha… Também é um instrumento de divulgações e contatos, já que a minha vida infelizmente é muito compartimentada, e aqueles que compõem uma parte muitas vezes nem têm conhecimento da outra… Escrever sobre qualquer coisa é muito enriquecedor, e entrar em sintonia com a vida que pulsa nas palavras é ainda mais. Sempre me senti insegura em criar algo assim, pois achava que não haveria importância alguma… mas hoje eu vejo que não preciso sentir isso, pois os pensamentos são nossos, e também são compostos por palavras… por que não  exercitar e compartilhar de alguma forma? Nós criamos a importância do que temos a dividir… e eu sei de mim que, sim, toda minha palavra tem um coracão onde circula sangue. E as suas?

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. 20/07/2009 16:49

    Tenho certeza que vai ser um imenso sucesso esse seu site aqui, já começou bem com esse texto!

  2. 21/07/2009 14:27

    Gostei de seu blog.
    Passarei mais por aqui.
    Tenho que sair, resposndo sua dúvida no Fórum daqui umas horas, OK.
    abraçao

  3. xcobar permalink
    22/07/2009 01:07

    Obrigado pela visita!.
    Demorei, mas consegui sua resposta
    ; )

  4. 23/07/2009 20:47

    Legal, Renata, este novo espaço… Bom divertimento!
    Filipe Rossi, um blogueiro de plantão!
    Bjus!

  5. Cássio permalink
    24/07/2009 15:35

    toda minha palavra tem um coração onde circula sangue
    cada um coração tem palavras onde circula sangue
    todo sangue tem um coração onde circulam palavras
    cada coração é um universo onde tudo circula
    todo círculo são palavras, corações e sangue
    cada palavra sangra, circula e reverte
    todo reverso do verso é o ponto de partida
    toda palavra circula entre o coração e o sangue.

  6. Cássio permalink
    24/07/2009 15:36

    Gostei demais…. um dia ainda faço um para mim.
    Saudades

    Tio

  7. Joy permalink
    07/08/2009 23:14

    Adorei seu text !!!

    Sucessooo

    bJO

  8. 09/08/2009 21:25

    Oi Renata, td bem?
    Sou a Luana q trabalha com a Arlete no centro do Dr. Matias.

    Eu tenho blog há muitos anos e desde que comecei a escrever senti q aprimorei minha forma de pensar, de escrever… no começo usava apenas como diário, atrás de pseudônimos e com toda a liberdade imaginativa. isso supriu momentos de crise, dúvidas e tal. criei vínculos com muita gente e isso muuuuito antes de aparecer orkut. blog era uma febre entre escritores amadores, jornalistas e pessoas como eu. daí resolvi aparecer, com meu próprio nome e descobri outras pessoas afins e criei um outro circulo bem gostoso. hoje escrevo poesia, prosa poética e me recrio muitas vezes entre palavras de autores q amo, como clarice, caio fernando abreu, ana cristina cesar, fernando pessoa, etc. amo blog e adorei teu texto e tua forma gostosa de se dizer compartimentada. somos assim mesmo, uma série de eus que formam um só e a palavra é o meio mais profundo de expressar quem somos ou apenas manifestar as impressões que outros, como clarice, nos deixam, essas marcas profundas a que nos identificamos, como se fossem nossa, só nossa.

    escreva mais. meu blog no wordpress é: acervomental.wordpress.com, mas perdi a senha, não escrevo lá há um bom tempo. tenho esse q deixei no link, o homonologo, não estranhe, é bem doidinho. apareça por lá.

    parabéns, adorei. um beijo!!

  9. 22/09/2009 20:02

    Liiiiindo texto, amore!

    Esperaremos, pacientemente, vc ingressar no mundo da literatura e compartilhá-lo conosco.

    Beijos de palavras,

    Carol

  10. 22/09/2009 20:02

    Liiiiindo texto, amore!

    Esperaremos, pacientemente, vc ingressar no mundo da literatura e compartilhá-lo conosco.

    Beijos de palavras,

    Carol

    PS: Lindíssimas as suas fotos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: